Print Shortlink

Sibutramina

Um dos problemas que tem vindo a assombrar um grande número de pessoas em todo o mundo é a obesidade. Por isso, é muito comum ver a própria comunicação social a dar a devida atenção que este problema de saúde merece, não só com muitos avisos de precauções como também com ajudas na resolução dos problemas. Uma dessas ajudas, que tem cada vez mais vindo a crescer no que toca a adesões, são os remédios para emagrecer rápido. Um dos mais populares é a Sibutramina, bastante famoso entre todos aqueles que procuram soluções para perder peso, não só pelos seus fantásticos efeitos positivos, como também pelas mínimas contraindicações que possui.

A sibutramina é considerada um inibidor de apetite, isto é, é um medicamento que tem como principal função aumentar a sua saciedade e evitar que a pessoa sinta a necessidade de ingestão de alimentos de forma desenfreada como acontece na maioria dos casos da obesidade. Este medicamento vem ajudar as pessoas a comer muito menos, fazendo com que se sintam satisfeitas mais rapidamente, ingerindo pequenas quantidades de comida, mais vezes ao dia. Esta substância é conhecida nas farmácias por outro nome, já que sibutramina é apenas um composto químico que é parte integrante de outros remédios, como é o caso de Reductil ou Plenty, bastante populares nas farmácias em todo o mundo.

O seu efeito no organismo depende muito de pessoa para pessoa, logo que além dos efeitos gerais, existem sempre outros efeitos que devem ser acompanhados por médicos especializados. No entanto, a sibutramina entra no organismo e atua diretamente sobre o sistema nervoso geral, especificamente no hipotálamo que é o responsável pela gestão da saciedade e da fome, gerando algum desconforto inicial, mas garantindo que há um poder sobre esta vontade súbita.

O grande objetivo desta “droga” em forma de medicamento é controlar a ingestão de alimentos, consequentemente a ingestão de calorias, fazendo assim com que seja possível reajustar a alimentação, criando uma dieta equilibrada de forma a conseguir perder muito do peso em excesso.

Infelizmente, como em tudo na vida, a ingestão de sibutramina tem alguns efeitos negativos no organismo, principalmente se esta não for tomada de acordo com as indicações do médico. Destes efeitos colaterais salientam-se: as náuseas (causadas pela falta de apetite abismal), as insônias ou sonolências (pelo distúrbio alimentar), as dores de cabeça, dores menstruais, dores nas articulações, problemas de estômago, entre outros. Todos estes efeitos podem ser evitados através do aconselhamento médico para elaborar um plano adequado às suas necessidades.

Obviamente que a ingestão deste tipo de substância não tem qualquer efeito, visível a olhos vistos claro, se for feita apenas durante um pequeno período de tempo e sem qualquer tipo de ajuda. Por isso, antes de iniciar a ingestão da mesma deverá dirigir-se ao seu médico de família ou nutricionista e pedir ajuda e aconselhamento sobre a melhor forma de o fazer. Certamente que receberá indicação de qual a melhor dosagem para o seu caso, assim como o tempo necessário para conseguir obter o resultado pretendido.

Qualquer tratamento deverá ser acompanhado de ajuda psicológica, e obviamente de um plano de exercícios bastante completo, tendo sempre em atenção o seu organismo, a sua capacidade física e até o tipo de vida que tem. Evitando que a ingestão da medicação tenha o efeito contrário ao pretendido, causando problemas de saúde e o efeito “iô-iô”, isto é, o peso perdido durante o tratamento seja recuperado após abandonar o mesmo. No entanto, é necessário ter cuidado com os planos de exercícios elaborados, pois durante os primeiros dias, com a falta de apetite é natural que a pessoa se sinta muito mais fraca do que é normal, causando assim problemas na prática do exercício.

 

Leave a Reply